demissão

demissão

quinta-feira, 17 de junho de 2010

As Moncosas

Flexibilizar feriados

25 de abril 'tanto faz que seja celebrado a 25 ou a 27'

Hoje
25
 de abril 'tanto faz que seja celebrado a 25 ou a 27'

O PS anunciou hoje que a proposta das deputadas independentes Teresa Venda e Rosário Carneiro para transferir os feriados e eliminar pontes mereceu um "consenso generalizado" da bancada e que existe abertura para discutir as datas a incluir.
"Estabeleceu-se um consenso e o projeto de resolução irá avançar", afirmou aos jornalistas o vice presidente da bancada socialista Ricardo Rodrigues, que presidiu à reunião semanal do grupo parlamentar, em substituição de Francisco Assis.
Ricardo Rodrigues considerou que a proposta "tem peso económico" e disse ser positivo que "sempre que um feriado seja à quarta ou à quinta feira possa juntar-se ao fim de semana para evitar pontes".
O socialista afirmou que "Portugal está nos países que tem mais feriados ao nível mundial" e considerou este é um tema "excelente" para ser debatido em sede de concertação social, adiantando que o seu partido avança com a proposta sem "nenhuma ideia fechada".
"Nesta fase não indicamos nenhum feriado para retirar, nem nenhum feriado para colocar", disse, colocando no entanto uma condição.
"O que achamos é que se reduzirmos algum feriado civil, seja um, seja dois, a mesma regra deve ser aplicada para a Igreja", defendeu.
"Ficou sugerido que as senhoras deputadas também pudessem falar com os outros grupos parlamentares no sentido de ver o consenso que há sobre esta matéria, esta é uma ideia que não é exclusiva de Portugal, vigora em muitos países da União Europeia", referiu, adiantando que a resolução deverá avançar ainda nesta sessão legislativa.
Questionado sobre as datas a abranger, o vice presidente do grupo parlamentar do PS disse que esse debate ainda não foi feito, afirmando apenas que "há muito boas razões para retirar alguns e muito boas razões para manter outros".
O deputado do PS deu o exemplo do 25 de abril: "Se for encarado com o dia da Liberdade em Portugal, tanto faz que seja celebrado a 25 ou a 27".

7 comentários:

http://cortadireito.blogspot.com/ disse...

Esse Ricardo Rodrigues veio com a história de festejar o 25 de Abril noutro dia qualquer...
Será que ele vai querer festejar o 1º de Janeiro a 5 de Fevereiro ou a 3 de Março?

tst oproprio disse...

é uma ideia pode-se optar entre celebrar o 25 de abril se for num sábado ou o 26 de Maio se este calhar numa 2ª
criar feriados alternativos
ou o 1ºde Dezembro ou outra efeméride histórica que caia a um fim de semana
é uma ideia mais interessante e evita a mudança de datas
e pode-se optar por santo antónio no porto
e sao joão em lisboa se o dia for a jeito

Pata Negra disse...

Festejaremos tudo em qq altura! A verdade é que este assunto é uma falácia - não vai resolver nada! É apenas mais um recuo no caminho para a sociedade de lazer! Seguidamente vão argumentar que os trabalhadores poderão gozar dos feriados nos períodos de férias. Depois em nome da laicidade do estado vão acabar com os domingos. Estaremos condenados às galés?! Não! Quanto pior, melhor! Isto tem de bater no fundo para que as massas acordem!
Um abraço de escravo livre

Rogério Pereira disse...

Por acaso, nesta matéria, abstenho-me...
Dava de barato em troca do uso justo dessa cedência...

donatien alphonse françois disse...

Obrigado,ao meu presidente,tst oproprio e cortadireito:
Isto é tudo demagogia barata...da parte de quem NUNCA fez ponta de um corno...E que tal festejar o Natal pela Páscoa...afinal, Natal é quando um homem quiser...

donatien alphonse françois disse...

Rogério:
como no anuncio:
"tira,tira,tira"...

Isa GT disse...

Acho que no fundo, no fundo, o que elas queriam era tirar o 25 de Abril do calendário ;)