demissão

demissão

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Auto da Compadecida

!!!!

Paulo Bragança

...Foi José Cid que o lançou...

dez mil anos depois entre Vénus e Marte

conjunto 1111-este,é para mim,o ponto de viragem

os ekos

E o Daniel Bacelar?

e os Conchas?...

Radio nostalgia...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

CTA para um fechar lamechas...

Maria Schneider Orchestra - Choro Dançado [2008]

Luis Cilia canta Mourão-Ferreira

Interior


O corpo

Porque em teu pénis pulsam os papiros
E de seda no sono és um vitelo,
Porque os anéis de plenilúnio adquire-os
A luz de que se ocupa o teu cabelo,

Porque ergues a cabeça e caem lírios,
Porque abres a camisa e és muito belo,
Porque um gato de febre em teus delírios
Divaga meus quadris de terciopelo.

Porque eu saio da concha do vestido
E num palor de sol submetido
Declinas no meu fim inominável,

Porque nevo se estás no solstício,
És a paixão votada ao sacrifício
Que devo a uma estrela insaciável.

(Sonetos Românticos
Natália Correia, 1923-1993,

As nossas madrugadas

Desperta-me de noite
o teu desejo
na vaga dos teus dedos
com que vergas
o sono em que me deito

pois suspeitas

que com ele me visto e me
defendo

É raiva
então ciume
a tua boca

é dor e não
queixume
a tua espada

é rede a tua língua
em sua teia

é vício as palavras
com que falas

E tomas-me de força
não o sendo
e deixo que o meu ventre
se trespasse

E queres-me de amor
e dás-me o tempo

a trégua
a entrega
e o disfarce

E lembras os meus ombros
docemente
na dobra do lenços que desfazes
na pressa de teres o que só sentes
e possuires de mim o que não sabes

Despertas-me de noite
com o teu corpo

tiras-me do sono
onde resvalo

e eu pouco a pouco
vou repelindo a noite

e tu dentro de mim
vais descobrindo vales


(Minha Senhora de Mim
Maria Teresa Horta, ) 

Yasmin Levy

Eva Medina

Françoise Atlan

Ana Alcaide

Tarde

O José Cid deu-me o mote:
Neste mundo de aparências nada é claro.
Não digo que tudo seja ilusão, que a realidade é crua e dura. Para uns mais que para outros.

"10000 mil anos depois entre a terra e marte" - José Cid

domingo, 8 de novembro de 2009

A fechar...a coragem de cantar Camões.

Que bom...

I hope not

Não há errata

É mesmo o trunfo que quero dizer!

O trunfo dos porcos

um momento de boa disposição!

postando alguns episódios.

Há um ano.

Respect, pelo menos isso...