segunda-feira, 17 de maio de 2010

The Times They Are A-Changing...












5 comentários:

Isa GT disse...

Apoquenta-me ver a juventude, de hoje, com poucos ideais e tão mergulhada no, simplesmente, querer ter coisas.
Mas quem sabe, se ao quererem transformar qualidades em quantidades de inutilidades, o feitiço se vire contra o feiticeiro e, mergulhadas em dificuldades, as pessoas acordem de vez, para o que, realmente, é importante.
Até aqui, as mudanças parecem acabar, sempre, no ponto de partida, desigualdade e pobreza, um mundo em que uns têm demais, por apropriação indevida, e os outros, sempre a ficar com menos mas, com uma frustração, cada vez maior, por tanta injustiça.

donatien alphonse françois disse...

Eu espero que alguns acordem...Neste momento há condições para haver mudança.

LR disse...

Tanto sacrifício e depois volta-se ao mesmo: é dar fósforos a um pirómano.
Tanto hão de puxar a corda que tem que haver outra rotura. As pessoas então vão pensar e revoltar-se. E será que dessa vez é sem sangue?

donatien alphonse françois disse...

Pois era bom que acordassem...Creio que há um grave problema de alienação das gerações mais recentes.Muito anestesiadas...

claire raksana mahorgol disse...

infelizmente os tempos nunca mudam
parecem mudar

Apoquenta-me ver a juventude e toda a velhitude, de hoje, com poucos ideais ou ideais fora de prazo e tão mergulhada no, simplesmente, querer querer querer
é o mesmo com este bob acomodado
institucionalizado
ultrapassado