demissão

demissão

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A escumalha sucialista








UGT aceita aumento faseado do salário mínimo até 500 euros


Em conferência de imprensa, o secretário-geral da UGT, João Proença, disse no entanto que o aumento deve ser feito "o mais rapidamente possível" de forma a atingir os 500 euros até final de 2011, objectivo de que não abdica.
Recorde-se que a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) defende que o aumento do salário mínimo deve ser faseado, aumentando 2,2% em Janeiro, em linha com a inflação esperada, para depois sofrer uma nova revisão em Julho e outra no final do ano.

3 comentários:

L.O.L. disse...

lol. Sucialistas com "u"?
Alguma razão para isso???? :)

L.O.L. disse...

Estou a ver. Súcia de mentirosos. lol lol lol lol lol lol.

donatien alphonse françois disse...

Nem mais...